Tag Archives: Romário

Romário vê ligação suspeita entre Nuzman e irlandês e pede investigação.

2 out

Impossibilitado de discursar nesta terça-feira na Câmara dos Deputados por falta de quórum, Romário publicou em seu site oficial o texto que seria lido na sessão, que discutiria questões relacionadas aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016. O ex-jogador manteve sua postura crítica dos últimos meses e não poupou críticas ao presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, questionando o longo mandato do dirigente, que deve ser reeleito no próximo pleito da entidade, visto que é candidato único.

Há 17 anos no comando da entidade, Nuzman foi questionado pelo deputado sobre a venda de ingressos para a Olimpíada. Romário questiona a presença de Stephen Hickey, filho de Patrick Hickey, em uma subsidiária do Grupo Marcus Evans, empresa que ganhou o direito de vender os ingressos dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Segundo o ex-jogador, Patrick Hickey é amigo próximo do brasileiro dentro do Comitê Olímpico Internacional (COI). O irlandês estaria sendo investigado por suposta fraude na venda de entradas para outras edições da Olimpíada.

O deputado citou uma investigação da Comissão de Ética do COI sobre um suposto escândalo de distribuição de entradas para os Jogos de Inverno da Rússia, em 2014. Este envolveria Patrick Hickey e seu filho de forma secundária, graças à proximidade dele, funcionário do Hospitality Group, com o Grupo Marcus Evans. Os pacotes de ingressos vendidos pela empresa eram direcionados a um público elitizado, o que incomodou Romário.

“Eu gostaria de saber – talvez o Sr. Nuzman possa esclarecer ao Parlamento e à sociedade brasileira – se o Sr. Hickey costuma visitar o Rio para contribuir com os preparativos do evento, ou para sondar oportunidades de negócios para sua família. Afinal, eu soube de fonte segura que o filho dele trabalha numa subsidiária da empresa que ganhou, pela mão do Sr. Hickey, o direito de vender ingressos para os Jogos Olímpicos de 2016”, publicou o deputado.

Romário deu sequência às críticas elencando perguntas ao presidente do COB sobre a venda de ingressos da edição brasileira do evento. A restrição da Olimpíada à população rica é a maior preocupação expressada pelo ex-jogador, que sugeriu a vinda de Patrick Hickey ao Brasil para ser ouvido pela Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados.

A Comissão, que tem o deputado como um de seus membros, foi citada novamente após críticas ao furto de documentos realizado por membros do Comitê Organizador Local (COL) em Londres, classificado como “vergonhoso” por Romário. O ex-jogador ainda lembrou de um episódio dos Jogos Pan-Americanos de 2007 que envolveu a cópia de dados de uma empresa por um membro do Comitê Organizador.

Por fim, o deputado federal cobrou do ministro Aldo Rebelo e da presidente Dilma Rousseff a fiscalização do COL no que se refere à venda de ingressos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, além de auditar a origem e aplicação dos recursos públicos destinados ao COB e as contas da mesma entidade.

“Mais do que nunca, é preciso que a Presidenta Dilma e o Ministro Aldo Rebelo se mantenham firmes e não recuem da decisão de só repassar recursos públicos a entidades que modernizarem seus estatutos e limitarem os mandatos dos seus dirigentes. Essa é uma tendência mundial. O Comitê Olímpico Internacional já alterou o seu estatuto, que agora só permite uma reeleição. E o Comitê Paralímpico Brasileiro adotou esse preceito democrático de maneira espontânea”, concluiu Romário.

Terra tentou, sem sucesso, entrar em contato com o Comitê Organizador dos Jogos do Rio de Janeiro 2016. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB), por sua vez, afirmou através de sua assessoria de imprensa que não se pronunciaria sobre o assunto.

Espetadas do InfoSPFC, deixe seu comentário sobre os temas e assuntos abordados.

25 set

O invejoso.

Não há ninguém no futebol brasileiro que se importe mais com o que acontece no SPFC do que o corintiano Andrés Sanches, é impressionante como essa cara é obcecado pelo Tricolor do Morumbi, a ultima dele, foi ter ficado nervosinho com o atual Presidente do time da Marginal sem numero, por ele não ter entrado na briga por Paulo Henrique Ganso. Talvez Andrés, seja porque o Mario Gobbi tenha um pouquinho de noção do ridículo, a realidade no Corinthians é uma incógnita, ninguém sabe de onde virá o dinheiro para o termino da construção do “FILZÃO”, o clube mesmo com mil e uma isenções de impostos, biri-bororô, não consegue o dinheiro do BNDES. Andrés Sanches se enxerga!

O mal amado.

O presidente Luiz Álvaro de Oliveira Ribeiro já vendeu Paulo Henrique Ganso, mas o meia continua sendo assunto no Santos. Na Suíça, onde participa de evento da FIFA, Luís Álvaro deu entrevista ao jornal O Estado de São Paulo e disse que o jogador tem um problema físico “sério” e “incurável”. O cartola também admitiu que “não aguentava mais” a novela sobre a saída de Ganso.

O que é isso, o Sr. é o presidente do Santos, ou é aquele molequinho ruim de bola, que é também o dono da bola, e que quando perde, vai embora e acaba com a brincadeira?

O Capital Nascimento

Como de costume, o deputado federal Romário aproveitou mais uma aparição pública para detonar o técnico Mano Menezes. Em evento realizado no Rio de Janeiro na madrugada deste domingo, o Baixinho pediu a mobilização do público para tirar o comandante da seleção brasileira de seu cargo.

“O tal de Mano (Menezes) é uma merda. Quero ver geral concordando comigo. Vamos mudar isso até a Copa”, disse o ex-jogador e atual político no palco da festa “M.I.S.S.A.”, no centro da capital carioca.

Romário, você esta se esquecendo do Andrés… O Mano não esta só, nessa empreitada Romário.

O Avariado…

Luis Fabiano tem sua 6ª lesão no ano, desfalca o São Paulo e acumula quase 100 dias afastado.

Das seis lesões, cinco foram na perna e uma no ombro. Se forem contabilizados os períodos de recuperação de cada lesão, Luis Fabiano passou 97 dias se tratando de lesões em 2012.

PERÍODO DE CADA LESÃO DO ATACANTE

Lesão no jogo contra o São Caetano, em 28/01 40 dias afastado

Lesão apresentada no dia 25/03 17 dias afastado

Lesão no jogo contra o Vasco 10 dias afastado

Lesão no jogo contra o Bahia, 1º/08 25 dias afastado

Lesão no ombro contra o Santos 5 dias afastado

PERÍODO TOTAL DE RECUPERAÇÃO 97 DIAS AFASTADO

Lesão apresentada após jogo da seleção previsão de 2 semanas afastado

O tempo de afastamento será maior. Isso porque o atacante deverá ficar pelo menos duas semanas longe dos jogos, conforme informação repassada pelo treinador Ney Franco.

“O prognóstico é de duas semanas de recuperação. Até porque depois do departamento médico ele terá de fazer o trabalho de reforço muscular. Não vai a campo direto. Embora a CBF não tenha sido comunicada oficialmente, o Luis vai merecer todos cuidados nas próximas duas semanas”, adiantou Ney Franco.

Luis Fabiano foi avaliado pelo departamento médico do São Paulo após o amistoso da seleção brasileira contra a Argentina, na semana passada, em Goiânia. Foi constatado estiramento muscular.

O calvário de Luis Fabiano começou em 28 de janeiro, quando ele lesionou a coxa na partida contra o São Caetano. Depois ele voltou a ter problemas musculares em 25 de março.

Em julho, o atacante se contundiu contra o Vasco. Contra o Bahia, em 1º de agosto, ele teve outra lesão. No clássico contra o Santos, em 9 de setembro, na Vila, Luis Fabiano lesionou o ombro. Ele acabou ficando fora do jogo seguinte, contra o Atlético-MG.

É preciso saber o que realmente esta acontecendo com o Fabuloso!

Romário volta a detonar técnico da seleção: “O tal do Mano é uma m…”.

23 set

Como de costume, o deputado federal Romário aproveitou mais uma aparição pública para detornar o técnico Mano Menezes. Em evento realizado no Rio de Janeiro na madrugada deste domingo, o Baixinho pediu a mobilização do público para tirar o comandante da seleção brasileira de seu cargo.

“O tal de Mano (Menezes) é uma merda. Quero ver geral concordando comigo. Vamos mudar isso até a Copa”, disse o ex-jogador e atual político no palco da festa “M.I.S.S.A.”, no centro da capital carioca.

Esta não é a primeira vez na qual o ex-jogador ‘detona’ o técnico da seleção brasileira. Na mais recente delas, Romário chegou a pedir a intervenção da presidente Dilma Roussef na CBF e levantou dúvidas sobre as escolhas de Mano para suas convocações.

“O treinador é frouxo, medroso e não coloca os jogadores que tem que colocar. Quer que eu diga por que? Nem precisa né”, afirmou Romário. Alguns dias antes, o deputado federal usou o termo “cartel de convocações” e insinuou um favorecimento da CBF na negociação do atacante Hulk para o Zenit St. Petersburgo.

As colocações de Romário irritaram Mano e alguns jogadores da seleção. O goleiro Cássio, do Corinthians, foi citado como um dos “favorecidos”. “Se fosse dar bola para todas as noticias que saem [do Romário], não ia dar certo”, disse.

“Técnico sem empresário está fadado ao fim da carreira”, diz colunista.

11 set

Promiscuidade

 *Texto originalmente publicado no caderno Super Esporte do jornal Estado de Minas, em 08/09/2012.

 

“Mais um exemplo de que dentro da Seleção Brasileira está havendo um cartel nas convocações. O Hulk vai para a Olimpíada e, em seguida, é uma das transferências mais caras da história do futebol. Agora, o goleiro Cássio, do Corinthians, que tem seus direitos econômicos ligados a pessoas da CBF, que se já não foi será vendido para a Roma. Quem leva?” Esta acusação foi feita pelo ex-jogador Romário (foto), hoje deputado federal. Senhoras e senhores, o que o Baixinho falou é a pura realidade do futebol. Ele esteve ali por mais de duas décadas e conhece como poucos os meandros e malandragens do esporte bretão. Sempre foi sério em seus negócios e, como representante do povo na Câmara dos Deputados, tem brilhado. Essa promiscuidade entre dirigentes, técnicos e jogadores virou moda neste país da corrupção e do faz de conta.

Hoje em dia, técnico sem empresário está fadado ao fim da carreira. Temos aqui um grande exemplo. Toninho Cerezo, treinador com títulos no Japão e bela campanha no Vitória em 1999, está desempregado. Tem propostas do exterior, mas não quer voltar a trabalhar no Oriente. Sem empresário, ele não faz conchavo com dirigentes e não aceita propina de empresários. Por isso, está sem trabalhar. Em compensação, há denúncias de treinadores que dividem comissões com empresários ao ser contratados por clubes e ficam lhes devendo favores. Acabam sendo obrigados a contratar jogadores que pertencem a esses agentes, e assim a coisa vai caminhando.

Infelizmente, não há documentos que comprovem, pois são transações em dinheiro vivo ou depósitos no exterior. Outro dia, um ex-jogador, que prefere não ter o nome citado, me disse que viu na carreira vários treinadores que dividiam dinheiro com dirigentes e jogadores. Ele viu, não ouviu falar.

Essa convocação de Hulk, inexpressivo atacante, artilheiro em Portugal, onde o futebol é de segunda linha, é bem estranha mesmo. Não conheço a história de Mano Menezes e não posso lhe fazer qualquer acusação, por não ter provas. Lembro-me, porém, que, tão logo foi chamado para técnico da Seleção, jornais cariocas denunciaram que seu empresário, Carlos Leite, tinha vários jogadores por ele convocados. Pode ser coincidência. Talvez naquele momento os jogadores do tal agente vivessem mesmo bom momento.

Hulk acaba de ser negociado com o futebol russo por mirabolantes 60 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões). Senhoras e senhores, pode um jogador incrivelmente comum custar mais do que Zidane, Kaká e Ronaldinho Gaúcho no auge? E por que essa proposta não surgiu antes, uma vez que ele é artilheiro em Portugal há tempos? Para complicar ainda mais, Romário afirma que “os direitos econômicos de Kulk também estão ligados a pessoas da CBF”. Essa acusação é séria e grave. Cabe ao Ministério Público ou a quem de direito investigá-la e prender o tal empregado da entidade. É inadmissível tal tipo de relação.

Mano peca na formação do time – já mostrou que é fraco – e por querer agradar aos torcedores. A Seleção jogou ontem em São Paulo, e ele convocou vários jogadores de clubes paulistas, escalando Lucas de titular. O mesmo Lucas que ele não quis aproveitar entre os 11 na Olimpíada de Londres. A convocação do goleiro corintiano Cássio é outra vergonha. Que currículo tem esse rapaz para ser chamado assim de uma hora para outra? São muitas perguntas sem respostas. Por essas e por outras, o futebol brasileiro está cada vez mais na lama. Tecnicamente, é um fiasco. Fora das quatro linhas, desorganizado e mentiroso.

Há muito a Seleção Brasileira, maior patrimônio esportivo do torcedor, tem sido banalizada por técnicos medíocres. Sou da época em que se comemorava convocação de jogador do nosso clube. Dava status ao clube e dinheiro nenhum ao treinador que o chamava. Hoje, pelo contrário, prejudica o clube, e treinadores ricos fazem convocações absurdas.

A CBF também não é nenhuma entidade benta. Lá, tudo pode. É bem possível e provável que o presidente José Maria Marin, que pensava em demitir Mano, mas foi coagido por um de seus assessores a não fazê-lo, feche os olhos para o que ocorre na casa. A Seleção, a CBF e alguns treinadores deste país são uma vergonha para um povo tão apaixonado pelo futebol. Espero que as autoridades competentes ouçam Romário e tomem as providências necessárias. Precisamos saber quem da entidade é dono dos direitos federativos de Hulk. Isso é uma vergonha.

Mais uma vez, o time azul jogou mal. Levou uma aula de futebol de Seedorf, craque na essência. O torcedor não aguenta mais ouvir desculpas de técnico retranqueiro, sem inspiração e vontade de ganhar – só tem medo de perder.

O Atlético só não venceu o Bahia quarta-feira porque não tinha Ronaldinho Gaúcho. O time baiano é horroroso e os atacantes atleticanos não se cansaram de perder gols. Com o retorno do craque amanhã, as coisas voltarão ao normal.

Romário escancara “esquema” de “sacanagens” de Mano Menezes e Andres Sanches na CBF.

5 set

Blog do Paulinho

Por ROMÁRIO (em seu twitter)

Dentro da Seleção está havendo um cartel nas convocações. Espero que sem o conhecimento do presidente José Maria Marin e do vice Marco Polo Del Nero.

A convocação do Hulk para as Olimpíadas e, logo em seguida, a realização de uma das transferências mais caras da história do futebol.

O jogador saiu do Porto, de Portugal, para o Zenit, da Rússia, por 55 milhões de euros.

E agora o goleiro do Corinthians, que tem seus direitos econômicos ligados a pessoas da Confederação Brasileira de Futebol, após a convocação e alguns jogos pela Seleção, se já não foi, será vendido para a Roma.

Quem leva?

Uma instituição como a CBF, que é isenta de impostos federais, já está mais que na hora de passar por uma auditoria.

Grande ministro Aldo Rebelo, o povo brasileiro não merece isso, nos ajude a acabar com essa sacanagem.

Romário arrasa com Mano Menezes

23 ago

Blog do Paulinho

Imagem

Por Romário

Galera, boa noite

Antes de entrar no assunto principal, parabenizo nossa presidenta Dilma por ter sido a 3ª mulher mais influente do planeta.

Muito bom!

Esse com certeza é um título importante ao nosso país.

Mas vamos ao que interessa.

Mano Menezes disse que sou um aproveitador e que preciso de espaço na mídia.

Dá pena dele.

Mais uma característica negativa que ele tem.

Ele deve estar falado de outro Romário.

Mano Menezes, até alguns jogos atrás, falei e pensei que era um bom treinador.

Quem lembra, sabe que falei que convocaria de 60% a 70% das convocações que você fez e que um dos grande problemas da seleção era o tempo para que eles se juntassem e quando entrassem em campo jogassem como um time.

Hoje mais do que nunca, entendo porque nunca jogaram.

Treinador da seleção tem que convocar os melhores jogadores e você tem seus próprios interesses na seleção.

E no mundo do futebol todos sabem disso, que seu interesse pessoal está acima de qualquer resultado positivo da seleção.

Treinador da seleção tem que ser capaz, corajoso, destemido, sério e honesto dentro das suas convocações e esquemas de jogo.

Você não chega nem perto dessas qualidades.

Você convocou mal, por interesses dúbios, levando Hulk em cima da hora e deixando David Luiz.

Escalou mal os 18 jogadores que você tinha na mão.

Lucas é disparado o melhor da seleção, depois do Neymar.

Você é imbecil, idiota e não tem capacidade de dirigir a seleção.

Falei depois do jogo que estaríamos vendo você pela última vez com a camisa da seleção.

Não foi a última, ainda vamos ver mais algumas vezes.

Mas quando cair a ficha do presidente da CBF, José Maria Marín, ficha essa que já caiu para o vice, Marco Polo Del Nero, você, definitivamente, não mais nos dará o desgosto de vê-lo com a camisa amarela.

Eu posso falar da seleção brasileira, eu honrei a camisa da seleção, eu nunca joguei por outros interesses a não ser ganhar e eu sou campeão pela Seleção VÁRIAS vezes.

E você?

Você é tão atrasado taticamente que não conseguiu chegar a final de uma Copa América.

Você não tem palavra.

Me lembro que lá atrás você falou o seguinte: Eu vou resgatar o futebol brilhante que o Brasil teve.

Não fez porque não tem capacidade, inteligência, segurança, hombridade para fazer isso.

Você é medroso, você é pior treinador de todos os tempos da Seleção, é só ver os resultados.

Uma vergonha para meu país.

Presidente José Maria Marín, depois dessa bela ação de ter trocado o comando da comissão de arbitragem, que já era uma vergonha, continue com boas ações, faça seu papel, mande este sujeito para onde ele já deveria ter ido depois da Copa América.

Todos lembram que eu, depois do Pan, disse que o treinador ideal para as Olimpíadas era Ney Franco, e foi comprovado que eu não estava equivocado.

Não faça da sua gestão uma gestão perdedora por causa de um treinador que não vai te dar nada, os interesses dele são maiores que os da Seleção.

Ouça seu vice que é um grande conhecedor do futebol.

Sei também que o Andrés Sanchez, diretor de Seleções da CBF quer que o treinador continue por amizade e, principalmente, gratidão, por ele ter dado ao Corinthians, na gestão como presidente, títulos importantes, mas como um cara vencedor, e malandro (no bom sentido da palavra), duvido que ele concorde com sua permanência.

Você é uma vergonha para o futebol, não espere ser mandado embora.

Pede para sair.

Esta rolando na rede uma hashtag #erraréomano, vou lançar a minha, #manopedeprasair

Por enquanto é isso, estou esperando sua resposta.

Poderia já trocar por Felipão, Muricy Ramalho, Paulo Autuori, Wanderley Luxemburgo… poderia colocar mais quarenta que são melhores que você.

Detalhe, só vou te responder enquanto estiver com a camisa da Seleção, quando sair não respondo mais.

Será um Zé Ninguém.