Tag Archives: Patrocinio

Com o chapéu alheio: verdades e mentiras sobre o novo patrocínio do Corinthians.

20 nov
Por Paulinho, do Blog do Paulinho.

O departamento de Marketing do Corinthians apresentará, daqui a pouco, com pompas e circunstâncias, a Caixa Econômica Federal como nova patrocinadora do clube.

Tentará capitalizar para si uma “conquista” da qual sequer teve participação.

Pelo contrário.

Enquanto a mão do marketing alvinegro esteve em movimentação, o que se viu no Corinthians foi ausência de patrocínio, divulgação de negociações inexistentes e até calotes de empresa que faliu após quatro meses de funcionamento.

É evidente que o acordo com a CAIXA é fruto de mais uma ação “companheira” do Ministro da Fazenda, Guido Mantega, nos bastidores, fortemente influenciada pelo desejo do ex-presidente Lula de angariar popularidade, que já não é a mesma de outrora.

Vale lembrar que pela mesma influencia, recentemente, o banco do Governo jogou dinheiro bom em cima da massa falida do Pan-Americano, noutro golpe, assim como ocorre com o Corinthians, no bolso da população brasileira.

A facilitação chegou a níveis tão indecentes, que seria impossível firmar o acordo entre banco e clube se todas as pendencias fiscais não estivessem quitadas, porém, para viabilizar o “Fielzão”, utilizou-se do expediente de parcelar a milionária dívida alvinegra em centenas de parcelas, emitindo o certificado necessário após o pagamento do primeiro vencimento.

Ou seja, o Corinthians deve ainda 90% da pendência, mesmo assim, levará a grana da CAIXA, numa ação pra lá de duvidosa.

Apesar disso, com toda a ajuda possível do PT, os valores serão ainda inferiores ao conquistado por Ronaldo Fenômeno, dois anos atrás, com o acordo da Hypermarcas, e quase metade do que Rosenberg dizia “não abrir mão” de fechar para a camisa corinthiana.

O Corinthians poderá, então, exibir o logo da Estatal no Japão, mesmo com o regulamento prevendo que apenas patrocinadores do ano anterior pudessem fazê-lo, exatamente porque durante este período, a incompetência de Rosenberg não conseguiu colocar nenhuma marca no manto alvinegro.

A FIFA, para evitar o vexame, flexibilizou a regra, entendendo que o novo patrocínio poderia ocupar o lugar que há um ano não era de ninguém.

Anúncios

Corinthians rebaixa patrocínio do São Paulo e confia em ter um maior.

14 set

Por http://esportes.terra.com.br

O acordo do São Paulo com a Semp Toshiba como patrocinador máster deixou o Corinthians como único grande clube paulista sem um parceiro principal para estampar a logomarca em sua camisa. Mesmo assim, o diretor de marketing alvinegro, Ivan Marques, minimiza o valor obtido pelo rival e manifesta confiança em alcançar cifras bem superiores.

“Se o mercado tem o parâmetro do concorrente, fica mais fácil para nós, porque podemos comparar tamanho, capacidade de entrega e exposição. Se o preço para o concorrente é ‘X’ com capacidade de entrega ‘Y’, nossos números continuam muito maiores”, afirmou o dirigente.

O acordo da multinacional com o São Paulo foi anunciado no início do mês, por um valor de cerca de R$ 23 milhões anuais. No Corinthians, a diretoria alardeou que pode alcançar até R$ 50 milhões, mas está sem um acordo fixo desde o fim do vínculo com a Hypermarcas, em abril.

Desde então, o clube acertou patrocínios pontuais, como na fase final da Copa Libertadores. Neste momento, o clube estampa a logomarca de uma empresa que faz promoção para a viagem ao Mundial de Clubes, mas a exibição vai apenas até o fim do mês. O vice-presidente alvinegro, Luis Paulo Rosenberg, alega que a falta de um parceiro máster não afeta os cofres do Parque São Jorge.

“Se o clube não valorizar sua marca, quem vai valorizar? Se estivesse na sangria desatada, aceitaria (qualquer patrocinador) para se sustentar. Mas temos outros contratos e uma situação financeira tranquila. É melhor um passarinho voando do que um “passaralho” na mão”, afirmou.

Já Ivan Marques explica que o Mundial servirá para atrair o novo patrocinador fixo para o Corinthians. “Não estamos prometendo nada, mas trabalhamos muito e acreditamos que, em breve, alguma coisa boa será anunciada. Temos boas perspectivas de que talvez ainda em setembro seja concretizado, para começar a partir de outubro”, concluiu.

Por R$ 23 milhões, São Paulo acerta com a Semp Toshiba.

5 set

Gabriel Saraceni – 05/09/2012 – 18:30 São Paulo (SP)

Depois de oito meses com a camisa “limpa”, o São Paulo acertou com a Semp Toshiba, fabricante e aparelhos eletrônicos, como patrocinador master para estampar frente e costas da camisa.

Nesta quarta-feira à noite, diante do Internacional, a tendência é de que a marca já esteja no uniforme tricolor, que desde o rompimento com o BMG em janeiro só fechou algumas divulgações pontuais.

Foram dois meses de negociação até o acerto, que vai até o fim de 2014, assim como o da Wizard, que segue nas mangas. Somados os dois patrocinadores, o São Paulo receberá algo em torno de R$ 30 milhões, o que pretendia no início do ano. Para esta temporada, levando-se em conta que o master só foi fechado agora, o valor cai e deve ficar em cerca da metade, já que foram feitos acordos pontuais.

A Semp Toshiba vai render aos cofres do clube algo em torno de R$ 53 milhões durante este período. É o maior da história tricolor, já que o BMG pagou R$ 22 milhões no primeiro ano (setembro de 2009 a setembro de 2010). Com a Toshiba é de R$ 23 milhões por ano.

São Paulo acerta patrocínio pontual para o Majestoso de domingo.

25 ago

Marca da Pilha BIC estampará o uniforme tricolor neste domingo, no Pacaembu

ImagemA diretoria do São Paulo acertou um novo patrocinador pontual para estampar a camisa do clube no clássico deste domingo, contra o Corinthians, no Pacaembu. A marca Pilha BIC será utilizada exclusivamente neste jogo e aparecerá na barra traseira das costas do uniforme tricolor.

O acordo entre as duas partes surgiu após uma reunião realizada na tarde desta sexta-feira. A intenção da diretoria são-paulina é suprir com marcas pontuais a ausência de um patrocinador master desde o início desta temporada. O valor de R$ 30 milhões estipulado pelo espaço ainda não seduziu nenhuma empresa e seguirá em aberto até uma nova proposta ser encaminhada aos dirigentes paulistanos.

‘Esse é um momento importante para o São Paulo, pois a BIC é empresa conceituada e está ingressando no marketing esportivo agora. Portanto, esperamos que seja apenas um início e que possamos continuar com essa parceria’, ressaltou Julio Casares, vice-presidente de Comunicações e Marketing do São Paulo FC.

O clássico contra o Corinthians será disputado às 16 horas (de Brasília) deste domingo e poderá encerrar um amargo jejum para o Tricolor. O time não vence o seu rival alvinegro no Pacaembu há sete anos e vê nesta partida a oportunidade de encostar de vez no G-4 da competição. Neste momento, a equipe aparece na sexta colocação, com 28 pontos, seis a menos que o quarto colocado Grêmio.

Gazeta Press