Tag Archives: Negociação

Grupo de investidores DIS vê negociação entre Ganso e São Paulo como fracassada.

19 set

Publicado Por: Rodrigo Garibaldi

jovempan

Na manhã desta quarta-feira, o Santos já havia deixado claro ter aceito a proposta do São Paulo de comprar os direitos de Paulo Henrique Ganso por R$ 23,8 milhões à vista e mais 5% do lucro de uma possível venda do meia nos próximos dois anos.
No entanto, o cenário se apresenta cada vez mais nebuloso e inclui confusões nos bastidores entre o Santos e o grupo de investidores DIS/Sonda, detentora de 55% dos direitos do meia. De acordo com informações dorepórter JP Wanderley Nogueira, o tom de pessimismo toma conta da cúpula da DIS, que já vê a negociação como fracassada.

O Grupo Sonda já havia acordado com o São Paulo o empréstimo de R$ 7 milhões para que o acerto fosse antecipado. Porém, em meio a isto, a diretoria do Peixe tenta incluir nesta questão o não-pagamento de uma dívida de R$ 8 milhões com a DIS, por conta de uma ação perdida na Justiça. O homem forte do grupo, Delcir Sonda, se recusa a entrar num acordo.

Em paralelo, o Peixe não tem reuniões marcadas com o São Paulo nos próximos dois dias, enquanto a janela de transferências durante a disputa do Brasileirão vai se fechando. De quebra, o próprio Ganso – interessado confessadamente na ida para o Tricolor Paulista – não tem obtido sucesso na tentativa de se comunicar com o presidente santista Luis Alvaro Ribeiro, que está na Europa.

O desejo de Ganso seria o que ele chama de “pagamento de promessa” de Luis Alvaro de liberá-lo caso algum clube atingisse o valor da multa rescisória (R$ 23,8 milhões), já alcançado pelo São Paulo.

Anúncios

Corinthians: tem “truque” na contratação de Anderson Polga.

11 set

Por Paulinho, BLOG DO PAULINHO.

Assim que o Corinthians oficializou a contratação do zagueiro Anderson Polga, 33 anos, que mesmo jovem nunca passou de jogador nível médio para baixo, desconfiamos do procedimento.

O atleta tem futebol semelhante ao de Paulo André, ambos lentos, embora o atual titular da zaga alvinegra, tecnicamente, seja melhor.

O negócio, em si, foi absolutamente duvidoso.

Consta, segundo registros da Confederação Portuguesa, que Polga foi dispensado pelo Sporting, em 24 de julho, após encerramento de contrato, sem que nenhum valor tenha sido dispendido.

No mesmo dia, o jogador foi inscrito no São José/RS, sem que o clube tenha colocado também a mão no bolso.

Tratava-se de uma estratégia do “esperto” empresário Gilmar Veloz, que já conversava com os sempre abertos a negócios dirigentes corinthianos.

Eis que no dia 5 de setembro, o Timão oficializa a contratação, arcando com R$ 2 milhões pelos direitos do atleta, pagos ao São José/RS, local que Polga sequer deve conhecer.

Evidentemente o destino da grana, pelo histórico das transações alvinegras nos últimos anos, não é difícil de ser imaginado.

Ou seja, o Corinthians contratou um jogador que foi dispensado, aos 33 anos, por deficiência técnica e pagou uma fortuna numa transação que nada deveria ter custado.

É ou não uma mina de Ouro ser dirigente de futebol no Parque São Jorge ?

Santos aguarda recusa de Ganso por escrito, enquanto estafe do jogador espera pagamento de multa até amanhã.

10 set

Perrone, BLOG DO PERRONE

O estafe que cuida da carreira de Paulo Henrique Ganso acredita que a novela envolvendo o interesse do São Paulo no atleta termine até amanhã. A expectativa é de que DIS, dona de 55% dos direitos do meia, e o clube do Morumbi entrem num acordo para que o Santos receba os R$ 23,8 milhões referente a 45% da multa rescisória.

Um dos problemas é o fato de o São Paulo achar caro pagar essa quantia para ter uma fatia de 45%. A saída é uma composição entre empresa e clube, que não parece difícil de acontecer. Outra dificuldade é a exigência do Santos de receber em sua conta o valor integral da multa, R$ 53 milhões.

Enquanto São Paulo e DIS preparam a estratégia para tentar tirar o jogador da Vila Belmiro, a diretoria do Santos aguarda uma resposta de Ganso por escrito sobre a última proposta feita a ele para reformar seu contrato.

O jogador já disse que não aceitou a oferta, mas o Santos alega que soube disso pela imprensa e quer a resposta escrita, já que a proposta foi formulada em papel timbrado.

Se assinar uma carta recusando o contrato oferecido pelo alvinegro, Ganso dará à diretoria um documento para ela se defender de possíveis críticas da torcida, caso o craque deixe a Vila Belmiro. Será uma prova do esforço dos dirigentes para mantê-lo.