Tag Archives: Luis Alvaro de Oliveira

São Paulo aconselha Ganso a evitar resposta ao presidente do Santos.

26 set

Por Perrone.

A diretoria do São Paulo aconselhou Paulo Henrique Ganso a encerrar as polêmicas com o presidente do Santos e evitar responder ao dirigente. A palavra de ordem é o clássico “responder dentro de campo”.

Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, o Laor, disse, segundo “O Estado de S. Paulo” que em sua opinião Ganso tem um problema físico incurável. O cartola santista desmente o jornal, que mantém a informação.

Ganso havia sido aconselhado por pessoas próximas a processar Laor por difamá-lo. Sua nova diretoria, no entanto, acredita que ele deve esquecer o episódio. Ainda mais porque na Justiça o santista voltaria a negar a afirmação.

Os são-paulinos querem que ele se concentre apenas em sua recuperação. Ganso parece estar disposto a seguir o conselho tricolor.

Anúncios

A triste “chantagem” do Santos no caso Ganso.

20 set

Por Paulinho, BLOG DO PAULINHO.

O leitor deste espaço nunca foi enganado pela aparência de bom samaritano e discurso sempre conveniente do presidente santista, Luis Álvaro de Oliveira.Dirigente que tem a habilidade de adaptar o discurso de uma maneira que sempre agrade o interlocutor, embora sem nenhum compromisso com a verdade.

Razão pela qual não nos cause espanto o jogo de “chantagem” executado pelo Santos com a DIS, que, diga-se de passagem, de santa também não tem nada, para se livrar de uma pendência que deveria ser resolvida nos Tribunais, e que nada tem a ver com o jogador Ganso.

Este sim, que está sendo prejudicado não apenas pela falta de palavra de LAOR, mas também pelo interesse do presidente santista de estar sempre de bem com a “galera”.Ganso tem o direito de trabalhar onde bem entender, assim como o Santos de ser ressarcido por seus investimentos.

O São Paulo atendeu a tudo o que foi exigido pela diretoria do Peixe, portanto, criar novos empecilhos para a liberação do jogador contratado demonstra bem o nível daqueles que se fantasiam de cordeiros para a imprensa, mas, nos bastidores, mostram a real face de seus procedimentos.

Presidente compreende protesto contra Ganso e diz: ‘Encheu o saco’.

26 ago

ImagemLuis Alvaro critica o meia por dizer que seria um prazer jogar no rival e lembra que não é a primeira declaração polêmica.

A paciência de Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro acabou. Neste sábado, pouco antes do clássico contra o Palmeiras, o presidente do Santos fez críticas duras ao meia Paulo Henrique Ganso, que o tirou do sério ao dizer, na última quinta, que “seria um prazer jogar no São Paulo”.

– Não é a primeira (declaração polêmica). No Mundial, ele falou que o Santos não se interessou em comprar 10% de seus direitos e que, por isso, vendeu para o parceiro (DIS). Isso nunca existiu, nem sequer nos ofereceram. São várias declarações, sempre às vésperas de jogos importantes. Já encheu o saco – afirmou o dirigente, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

A frase do armador motivou o clube a publicar nota oficial, na noite de sexta, avisando que não vai mais conversar com o São Paulo sobre a possibilidade de liberá-lo por valor inferior ao da multa rescisória. Ou o clube do Morumbi deposita R$ 53 milhões na conta do Peixe (sendo que R$ 29,2 milhões – ou 55% – seriam repassados à DIS) ou não haverá mais tratativas.

Questionado sobre o comunicado, Luis Alvaro respondeu dizendo que “quem fala o que quer, ouve o que não quer” e se colocou ao lado da torcida, que fez protesto contra o camisa 10, antes do jogo e no intervalo, pedindo mais respeito em vez de se referir a ele como “maestro”, como era o costume.

– Torcida tem de ser respeitada.  Ator de teatro, quando vai ao palco, pode receber aplausos ou vaias. No futebol também, é natural. Eles (torcedores) me procuraram e se manifestaram muito aborrecidos com a declaração do jogador – disse o mandatário.