Tag Archives: Lugano

Coluna do Zanquetta: Um novo São Paulo.

5 nov

Ney Franco.

O time está redondo. Alguém pode falar que o time não está armado ou treinado. Balela pura. Ney ajeitou este time de verdade e os jogadores sabem o que fazer. Contra um time como o Fluminense o que fez a diferença foi que nos faltou um jogador crucial para o sistema defensivo: Paulo Miranda.

A ausência dele que vinha sendo o melhor do time disparado, foi o que nos faltou contra uma equipe que nos atacou sempre pelo setor direito. O fato de Lucas não efetuar boa partida também pesou. O Fluminense fez mais volume e o São Paulo após fazer o gol, parou de jogar e não aproveitou para matar o jogo quando podia com erros crassos de passes. Ganso vem aí para resolver isto.

No mais, a estabilidade foi excelente. A postura do São Paulo é ótima e o time tem esquema, liga, funciona. Parabéns, Ney Franco e jogadores por trabalharem duro e acreditarem muito e se dedicarem. É assim que se faz um grupo vencedor. O início é este e os resultados estão aparecendo bem e tenho orgulho deste time hoje. Contra um timaço, foram bem demais e jogamos de igual para igual.

E para o ano seguinte, temos tudo para um 1o semestre glorioso com os novos planos. Tendo um lateral direito que sabe atuar pela direita além de Paulo Miranda, o time trabalha com o nome de Fucile do Santos e de Cicinho da Ponte Preta.

Pela esquerda, podemos ter a volta de Juan ou Carletto para atuar no lugar de Cortez quando se lesionasse. De volantes, Ney quer apenas um jogador para a perspectiva da perda de Denílson em meados de 2013. Os jovens João, R. Caio e Zé Vítor podem surgir. Rafael Carioca foi o pedido de Ney mas um jovem pode pintar através do Sonda.

Mais alguns destaques falarei abaixo separadamente. Mas, creio que com jogadores que se destaquem, que tenham brilho individual e assumam o desequilíbrio quando o conjunto é forte como é agora, ano que vem promete muito mais.

Um novo São Paulo pós 05-08. Finalmente!

Lugano. 

O bafafá já é tão grande pelo jogador que até dizerem que ele e RC não ficarão no SPFC por causa das eleições de 2014 onde eles apoiariam MAC contra JJ. Vejam que esta semana, André Kfouri emitiu nota confusa sobre RC e nem mesmo Plihal que é um grande amigo, falou nada. Especula-se que escreveu a pedido de Plihal que repassou as informações de que JJ teria mandado Ney Franco peitar o goleiro.

Falou até mesmo que a renovação dele estaria em risco por isto. Quando consultaram RC, ele respondeu rispidamente que ainda não viu contrato na mesa para saber se ficará. Postura ridícula dele e se há este embate político deste modo, nota negativa para JJ. Incrível esta situação. E MAC, se está criando esta complicação, prefiro nem comentar agora…

Diego Souza.

Ele quase veio no meio do ano. O empresário dele falou com JJ para o lugar de Lucas ao lado de Luis Fabiano no ataque, função que arrebentou no Vasco. Muricy pediu com veemência o jogador para Laor e o preço que nem é caro, pode azedar de vez as coisas por lá. Então farão forte tentativa. E Tite, quer o jogador como quer Kléberson, ex Seleção 2002, aquele mesmo. Tite acha que o caminho é ter meias bons e marcadores de gols que toquem e conduzam bem a bola. Diego Souza encaixa perfeitamente aí. A briga será feia para ver quem contará com ele…

Dúvida da vez:

Manter ou não Will J? 

William José tem apenas 20 anos. Chegou tímido, não conseguia se adaptar. Com Leão, ganhou confiança e começou a marcar gols. Com a volta de Luis Fabiano, sumiu, murchou de novo e passou a errar lances simples, como antes.

Agora, com os gols, fica a dúvida: vale a pena não renovar e liberar um garoto de apenas 2o anos com o potencial que ele tem? Ao mesmo tempo, vale a pena manter um jogador tímido que na hora H não corresponde? Não adianta falar do jogo com a LA U, porque ninguém esperava e até o mais otimista ficou perplexo.

Só mesmo Ney Franco acreditou nele como contra a LDU de Loja. Né RC? Fica a questão: libera ou renova mesmo já apalavrado com Aloísio e tendo Luis Fabiano?

Lucca. 

Mesmo após quebrar o joelho e ficar de molho por meses, o Tricolor tem interesse nele. Vale tanto assim?

Kieza.

Ofereceram o jogador ao São Paulo. Alguém acha uma boa mesmo o São Paulo interessado em Carlos Eduardo,  Diego Souza, Dudu e Negueba que já está certo?

Fabrício. 

O jogador está motivadíssimo por ter a chance de voltar em 2013 e já pegar a equipe na LA. Ney Franco conta muito com ele e aquela raça e experiência dele no meio de campo, com certeza farão a diferença. Mesmo que seja no banco, ele pode passar muito. Imaginem que legal um time de líderes com RC, Lugano, Fabrício, Ganso e LF, por exemplo?

LG de novo? 

Com a permissão da Globo de se falar o nome das empresas patrocinadoras dos estádios, a LG que saiu de patrocínios esportivos de camisas, está interessada e já fez oferta para o clube. Quem me enviou a notícia foi nosso amigo Álvaro Ferraz. Consultei e o problema é de conflitos entre a Semp que estampa a marca na camisa com um rival no naming & rights. O Tricolor ainda estuda a situação mas a LG está confiante. Você aprovaria?

Cadeiras Vermelhas Patrocinadas? 

Além de trocar as cadeiras azuis, laranjas   etc, por unicamente vermelhas, o Tricolor estuda vender para um patrocinador desenhos e propagandas de marketing que estampem as cadeiras. E que eles mudem ao longo do tempo. Será que ficaria interessante?

MMT Pagando ao São Paulo. 

De novo, aqueles que tentam atrapalhar e trazer problemas para o São Paulo FC, foram condenados e perderam os  recursos na justiça. Toma!

Denúncias da base.

O jornalista que divulgou a notícia e disse que apuraria, sumiu. Cadê ele com o Pelé da base, o tal Romário?

Alexandre Zanquetta

alexandrezanquetta@uol.com.br

twitter.com\blogdosaopaulo

Marco Aurélio Cunha é cabo eleitoral de Lugano.

15 out

Blog do Menon

Marco Aurélio Cunha, ex diretor de futebol de São Paulo e vereador na capital, é o maior cabo eleitoral da volta de Diego Lugano ao São Paulo. Tem falado constantemente com o presidente Juvenal Juvêncio e com João Paulo de Jesus Lopes, vice de futebol sobre a conveniência da volta do jogador.

“A volta dele é muito importante, principalmente se o clube estiver, como tudo indica, de volta à Libertadores. Ele é um jogador fundamental, não só pelo jogo, mas pela presença e pelo caráter. Você não faz ideia de como a presença de Lugano em um vestiário antes de jogo decisivo é importante”, diz Marco Aurélio.

Ele cita dois exemplos para reafirmar a necessidade de se ter um Lugano no time. “Ele me disse que teve foi procurado por um dirigente do Grêmio, com uma oferta bem fundamentada. Agradeceu e disse que não poderia responder nada sem conversar antes com o São Paulo. E o dirigente disse que, depois disso, tinha um motivo a mais para contratá-lo. E você viu agora pela seleção uruguaia? Ele se contundiu e além disso está suspenso. Mesmo assim, fez questão de acompanhar o time até La Paz porque é capitão e não abandona o time de jeito algum”.

A seriedade de Lugano é conhecida. Sua importância junto à torcida, onde é adorado também, mas e o futebol? Com 33 anos e mais lento do que antes, poderia jogar em alto nível? “É só olhar o Índio, que está com 37 anos e joga bem no Inter”, diz Marco Aurélio. “Ele, em um jogo importante, ele com três zagueiros, é alguém muito respeitável e necessário”.

Mas seria necessária a volta do esquema com três zagueiros? “Não sei, mas porque não? O time ganhou muitas vezes assim”.

Terminada a eleição em São Paulo, Marco Aurélio Cunha pretende passar alguns dias com Lugano na França. Quando chegar lá, será difícil convencer a torcida que não está a serviço do clube, com ordem de Juvenal – a quem já teria convencido – de trazer Lugano de volta.

O que conta a favor da volta do uruguaio é que sua contratação por outro clube seria considerada, pela torcida, como uma grande derrota. Algo imperdoável. Torcedor não vota, mas faz um barulho enorme. A janela de janeiro é a próxima oportunidade para trazer Lugano. Juvenal estará pressionado.

Lugano critica PSG novamente e quer sair na próxima janela.

9 out

Uma das primeiras contratações da fase milionária do Paris Saint-Germain, o uruguaio Diego Lugano vive um momento conturbado na carreira. Concentrado com a seleção de seu país para enfrentar a Argentina pelas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014, o zagueiro voltou a criticar a postura do clube francês.

Cortado da lista de jogadores inscritos na Liga dos Campeões da Europa, o defensor começou a perder espaço com a chegada do italiano Carlo Ancelotti no comando do time e voltou a desabafar sobre o assunto.

“Fico preocupado por não ter chances. É difícil ficar sem jogar, mas isso é opção do treinador. O pior de tudo foi ficar sabendo pela imprensa que eu não estava na lista para a Liga dos Campeões”, disse o ex-jogador do São Paulo e capitão da seleção uruguaia.

Incomodado com o comportamento da equipe, Lugano afirmou que espera deixar o PSG no mercado de inverno na Europa. “Penso que eu merecia outro tipo de tratamento, mas vou ser paciente e esperar pela próxima janela de transferências”, disparou o zagueiro, sonho de consumo de brasileiros como Fluminense, Grêmio e São Paulo.

Para finalizar o assunto, o xerife fez questão de lembrar aos jornalistas uruguaios que está em plena forma, mesmo sem ter uma sequência de jogos no PSG. “Talvez pensem que tenho me enchido de doces por estar sem jogar, mas esse não é o caso. Tenho trabalhado incansavelmente. Nos últimos testes, me disseram que eu estava acima da média, que estava melhor fisicamente do que antes. Vou me manter calmo para fazer meu melhor”, desabafou.