Tag Archives: Laor

LAOR está com o cotovelo lesionado.

27 set

Espetadas do InfoSPFC, deixe seu comentário sobre os temas e assuntos abordados.

25 set

O invejoso.

Não há ninguém no futebol brasileiro que se importe mais com o que acontece no SPFC do que o corintiano Andrés Sanches, é impressionante como essa cara é obcecado pelo Tricolor do Morumbi, a ultima dele, foi ter ficado nervosinho com o atual Presidente do time da Marginal sem numero, por ele não ter entrado na briga por Paulo Henrique Ganso. Talvez Andrés, seja porque o Mario Gobbi tenha um pouquinho de noção do ridículo, a realidade no Corinthians é uma incógnita, ninguém sabe de onde virá o dinheiro para o termino da construção do “FILZÃO”, o clube mesmo com mil e uma isenções de impostos, biri-bororô, não consegue o dinheiro do BNDES. Andrés Sanches se enxerga!

O mal amado.

O presidente Luiz Álvaro de Oliveira Ribeiro já vendeu Paulo Henrique Ganso, mas o meia continua sendo assunto no Santos. Na Suíça, onde participa de evento da FIFA, Luís Álvaro deu entrevista ao jornal O Estado de São Paulo e disse que o jogador tem um problema físico “sério” e “incurável”. O cartola também admitiu que “não aguentava mais” a novela sobre a saída de Ganso.

O que é isso, o Sr. é o presidente do Santos, ou é aquele molequinho ruim de bola, que é também o dono da bola, e que quando perde, vai embora e acaba com a brincadeira?

O Capital Nascimento

Como de costume, o deputado federal Romário aproveitou mais uma aparição pública para detonar o técnico Mano Menezes. Em evento realizado no Rio de Janeiro na madrugada deste domingo, o Baixinho pediu a mobilização do público para tirar o comandante da seleção brasileira de seu cargo.

“O tal de Mano (Menezes) é uma merda. Quero ver geral concordando comigo. Vamos mudar isso até a Copa”, disse o ex-jogador e atual político no palco da festa “M.I.S.S.A.”, no centro da capital carioca.

Romário, você esta se esquecendo do Andrés… O Mano não esta só, nessa empreitada Romário.

O Avariado…

Luis Fabiano tem sua 6ª lesão no ano, desfalca o São Paulo e acumula quase 100 dias afastado.

Das seis lesões, cinco foram na perna e uma no ombro. Se forem contabilizados os períodos de recuperação de cada lesão, Luis Fabiano passou 97 dias se tratando de lesões em 2012.

PERÍODO DE CADA LESÃO DO ATACANTE

Lesão no jogo contra o São Caetano, em 28/01 40 dias afastado

Lesão apresentada no dia 25/03 17 dias afastado

Lesão no jogo contra o Vasco 10 dias afastado

Lesão no jogo contra o Bahia, 1º/08 25 dias afastado

Lesão no ombro contra o Santos 5 dias afastado

PERÍODO TOTAL DE RECUPERAÇÃO 97 DIAS AFASTADO

Lesão apresentada após jogo da seleção previsão de 2 semanas afastado

O tempo de afastamento será maior. Isso porque o atacante deverá ficar pelo menos duas semanas longe dos jogos, conforme informação repassada pelo treinador Ney Franco.

“O prognóstico é de duas semanas de recuperação. Até porque depois do departamento médico ele terá de fazer o trabalho de reforço muscular. Não vai a campo direto. Embora a CBF não tenha sido comunicada oficialmente, o Luis vai merecer todos cuidados nas próximas duas semanas”, adiantou Ney Franco.

Luis Fabiano foi avaliado pelo departamento médico do São Paulo após o amistoso da seleção brasileira contra a Argentina, na semana passada, em Goiânia. Foi constatado estiramento muscular.

O calvário de Luis Fabiano começou em 28 de janeiro, quando ele lesionou a coxa na partida contra o São Caetano. Depois ele voltou a ter problemas musculares em 25 de março.

Em julho, o atacante se contundiu contra o Vasco. Contra o Bahia, em 1º de agosto, ele teve outra lesão. No clássico contra o Santos, em 9 de setembro, na Vila, Luis Fabiano lesionou o ombro. Ele acabou ficando fora do jogo seguinte, contra o Atlético-MG.

É preciso saber o que realmente esta acontecendo com o Fabuloso!

A triste “chantagem” do Santos no caso Ganso.

20 set

Por Paulinho, BLOG DO PAULINHO.

O leitor deste espaço nunca foi enganado pela aparência de bom samaritano e discurso sempre conveniente do presidente santista, Luis Álvaro de Oliveira.Dirigente que tem a habilidade de adaptar o discurso de uma maneira que sempre agrade o interlocutor, embora sem nenhum compromisso com a verdade.

Razão pela qual não nos cause espanto o jogo de “chantagem” executado pelo Santos com a DIS, que, diga-se de passagem, de santa também não tem nada, para se livrar de uma pendência que deveria ser resolvida nos Tribunais, e que nada tem a ver com o jogador Ganso.

Este sim, que está sendo prejudicado não apenas pela falta de palavra de LAOR, mas também pelo interesse do presidente santista de estar sempre de bem com a “galera”.Ganso tem o direito de trabalhar onde bem entender, assim como o Santos de ser ressarcido por seus investimentos.

O São Paulo atendeu a tudo o que foi exigido pela diretoria do Peixe, portanto, criar novos empecilhos para a liberação do jogador contratado demonstra bem o nível daqueles que se fantasiam de cordeiros para a imprensa, mas, nos bastidores, mostram a real face de seus procedimentos.

Ganso telefona para cobrar palavra de presidente do Santos.

19 set

Irritado com o vaivém nas negociações sobre seu futuro, Ganso decidiu cobrar Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, o Laor. Entre ontem e hoje o meia telefonou para o presidente santista a fim de pedir que ele cumpra a promessa de liberá-lo mediante o pagamento de R$ 23.940.000.

Até a publicação deste post, o craque ainda não tinha conseguido falar com o cartola, que viajou no final da tarde de ontem para a Europa e não atendeu ao menos a duas ligações.

 Ganso se queixa de que o presidente falou publicamente que, se a parte equivalente a 45% da multa rescisória fosse paga, ele deixaria o jogador sair da Vila Belmiro. São Paulo e DIS chegaram a esse valor, mas o Santos só vai aceitar o negócio se a empresa topar um acordo para encerrar a briga com o clube na Justiça.

Ganso afirma a amigos que para o Santos vale tudo em busca de seus objetivos. Até quebrar promessa. Fala ainda que o clube parece não se importar que em jogo está o seu futuro.

Laor já conversou com sua equipe após desembarcar na Europa, mas não comentou sobre o meia ter tentado contado. No entendimento do Santos, o clube cumpriu a promessa e aceitou a oferta do São Paulo. Mas precisa seguir a recomendação de seu departamento jurídico.

A bandeira levantada agora é que o clube não pode vender seus 45% se ainda briga na Justiça para recuperar 25% que estão com a DIS.

Porém, Wesley e André foram vendidos pelo Santos e estão no mesmo imbróglio judicial. A diretoria alega que nesses casos não repassou o dinheiro à empresa.

Para aumentar a confusão, a DIS jura que não fará o acordo proposto pelo Santos (aceitar entre R$ 2 milhões e R$ 4 milhões no lugar dos R$ 8 milhões que pede na Justiça). Assim, falar com o presidente parece ser a única saída para Ganso.

Laor não descarta saída de Ganso: ‘A bola está no campo do São Paulo’.

18 set

Presidente santista explica recusa à proposta tricolor, mas admite que se nova oferta for nos termos pedidos pelo Peixe, acordo pode sair.

O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, não descarta que a negociação de Paulo Henrique Ganso com o São Paulo possa, enfim, ser fechada nesta terça-feira. Segundo o mandatário santista, tudo depende do próprio Tricolor do Morumbi -que acertou verbalmente a transação do jogador na sexta-feira, mas não apresentou a proposta da forma como havia sido acordada com o Alvinegro e viu a oferta ser rejeitada nesta segunda.

– A bola está no campo do São Paulo. Eles nos mandaram uma proposta, que nós não aceitamos e simplesmente comunicamos que, nos termos que eles nos mandaram, não tem negócio. Se amanhã (terça) eles mudarem de ideia, a gente pode eventualmente cogitar e fazer a transação – explicou Laor, durante a abertura do 10º Curta Santos – Festival de Cinema de Santos, que homenageia este ano o centenário do Peixe.

O Santos receberá R$ 23,8 milhões pelos 45% que tem direito sobre os direitos econômicos de Ganso, em uma oferta conjunta do São Paulo e o DIS, grupo investidores ligados ao empresário Delcyr Sonda, que já detém 55% dos direitos do jogador. A ideia inicial do Tricolor era adquirir 100% do atleta, mas neste caso, o Peixe exigiu o pagamento integral da multa (R$ 53 milhões).

Paralelamente às negociações entre Santos e São Paulo, o Grêmio entrou na história. No final de semana, mesmo com o acordo verbal entre os paulistas, dirigentes do time gaúcho garantiram estar na briga por Ganso, afirmando ainda ter a preferência, dada por Luis Alvaro, para aquisição do jogador. Sobre o interesse gremista, Laor apenas elogiou a postura do clube de Porto Alegre ao aderir a negociação.

– Na verdade, o presidente (Paulo) Odone foi cavalheiro e antes de iniciar qualquer negociaçao com os procuradores do atleta, teve a gentileza de me telefonar e perguntar se eu tinha alguma objeção. Eu o elogiei, porque é assim que deveriam se relacionar os presidentes dos clubes. Ele me pediu determinado número de dias para montar uma proposta e eu disse que estava aberto, e muito agradecido pela educação, ética e gentileza dele – resumiu.

Apesar da “novela” ainda não ter sido concluída, o que está definido é que Ganso não permanece no Santos. Até Neymar, amigo e compadre do jogador, já falou em tom de despedida sobre o amigo após a vitória do Santos sobre o Coritiba, no domingo.

Ganso já fechou com o São Paulo, diz dirigente do Grêmio.

13 set

R7.com

O meia Paulo Henrique Ganso já está fechado com o São Paulo. A afirmação foi feita pelo diretor-executivo do Grêmio, Paulo Pelaipe, em contato com o R7. Pelaipe ainda negou que o time gaúcho tenha feito proposta para contratar o jogador santista.

— Não existe nada do Grêmio. O Grêmio não tem negociação nenhuma, está só observando o negócio. O Grêmio sabe que o jogador está acertado com o São Paulo. Se não se acertar entre Santos e São Paulo, aí nós vamos ver, mas não tem absolutamente nada.

Pelaipe afirmou que o nome do clube gaúcho foi usado para criar especulações na novela da saída de Ganso do Santos. Ainda assim, o dirigente confirmou que o Grêmio tem interesse em contar com o futebol do meia.

— Estão usando o nome do Grêmio para especulação. Qual é o clube brasileiro que não tem interesse no Ganso? O presidente do Grêmio só entrou em contato com o presidente do Santos para saber a situação, isso é o que foi feito.

Nesta quinta-feira (13),  o presidente santista Luís Alvaro de Oliveira Ribeiro havia dito em entrevista à RedeTV! que prefere vender Ganso ao Grêmio. O problema da negociação com o time gaúcho seria o empresário Delcir Sonda, dono de 55% do passe do jogador. Sonda é torcedor do Internacional, maior rival do Grêmio.

Após recusa, Laor brinca e pede Lucas e Luis Fabiano por Ganso

22 ago

Questionado sobre possível nova oferta do São Paulo, que poderia envolver jogadores, presidente do Santos ‘mira’ estrelas do rival.

Por Marcelo Hazan Santiago, Chile

Após a recusa do Santos pela proposta do SãImagemo Paulo para contratar Paulo Henrique Ganso, o presidente Luis Alvaro Ribeiro veio a público comentar sobre a negociação. A oferta do Tricolor, já rejeitada pelo Peixe, era de R$ 10,7 milhões pelos 45% dos direitos econômicos do clube – para a DIS, dona dos 55% restantes, o valor oferecido foi de R$ 12,5 milhões.

Diferentemente do que já fez no passado, quando oferta proposta do Porto, de Portugal, pelo meia, Laor não “desdenhou” da proposta do rival, mas lembrou que é normal em uma negociação o clube do outro lado “chutar um valor abaixo” do de mercado. Apesar disso, usou o bom humor que lhe é peculiar, quando questionado sobre uma suposta nova investida do São Paulo envolvendo jogadores, além de dinheiro.

– Se os jogadores forem Luis Fabiano e o Lucas, devolvido pelos europeus, eu topo na hora. Mas não deve ser, então vamos esperar as coisas acontecerem – afirmou o presidente, em entrevista à Rádio Globo.

Mesmo com a clara insatisfação das duas partes com a atual situação de Ganso no Santos, Luis Alvaro diz que o meia não está à venda e reitera a vigência do contrato do jogador, até fevereiro de 2015. Ainda de acordo com o mandatário, a proposta feita recentemente pelo Internacional, com a ajuda da DIS, que tem como dono o colorado Delcyr Sonda, foi maior do que a do São Paulo.

Ganso já acertou salários de aproximadamente R$ 280 mil mensais com o Tricolor. Mesmo assim, Luis Alvaro não teme uma possível queda proposital de produção do meia nos jogos pelo Santos.

– Ele é um profissional sério, tem contrato e é interesse comum ao Santos e a ele que jogue bem, porque assim chegam as propostas ou pagam a multa (a nacional é de R$ 53 milhões), se ele quiser sair – finaliza.

Negociação à parte, Ganso deve ser titular do Santos na noite desta quarta-feira, quando defenderá o time na primeira final da Recopa Sul-Americana, contra a Universidad de Chile, no Estádio Nacional, em Santiago.