Tag Archives: Estreia

Show de torcida.

18 nov

De forma antecipada, são-paulinos compram mais de 55 mil ingressos para estreia de Ganso e quebram recorde de público do Brasileiro.

A torcida do São Paulo promete dar um verdadeiro show neste domingo, no duelo contra o Náutico, que marcará a estreia de Paulo Henrique Ganso pelo Tricolor e pode selar de forma antecipada a classificação do clube para a Copa Libertadores da América.

Até o final da manhã deste sábado mais de 55 mil ingressos foram vendidos, estabelecendo assim o novo recorde de público da competição, que já pertencia ao São Paulo no duelo contra o Fluminense, que contou com 54.118 pagantes.

O diretor de futebol Adalberto Baptista celebrou o retorno dado pelo torcedor são-paulino, convocado para lotar o Morumbi e empurrar o time neste momento tão importante.

“Agradeço de coração ao torcedor que atendeu nosso chamado para comparecer em massa. Tenho certeza de que os são-paulinos vão fazer uma grande festa, prestigiando o Ganso e acima de tudo ajudando o time a buscar a tão almejada vaga na Libertadores”, explica Baptista, que faz questão de ressaltar o trabalho do vice-presidente social, Roberto Natel.

“Com certeza não podemos deixar de agradecer ao Roberto Natel, que trabalhou incessantemente para colocar o Morumbi em condições de receber a partida, tendo conseguido inclusive autorização da Polícia Militar para deslocar a torcida do Náutico para uma área menos utilizada do estádio conseguindo assim mais quatro mil lugares para os são-paulinos nas arquibancadas”, destaca Adalberto.

Existem apenas dois setores disponíveis para a partida contra os pernambucanos: Visa Infinite e cativa para os proprietários. A expectativa do clube é que mais de 60 mil pessoas estejam presentes neste domingo no Morumbi.

Anúncios

São Paulo faz promoção para estreia de Ganso no Morumbi.

13 nov

Por ESPN.com.br com Agência Estado

O São Paulo diminuiu o preço dos ingressos de alguns setores do Morumbi para a estreia de Paulo Henrique Ganso, neste domingo, contra o Náutico. As arquibancadas azul e vermelha, cujos bilhetes foram vendidos por R$ 40 no jogo contra o Fluminense, custam R$ 20.

No setor laranja, também houve redução: ingressos para a arquibancada premium e as cadeiras que antes eram vendidos por R$ 60 vão custar R$ 20. Quem quiser assistir ao jogo da arquibancada comum vai pagar R$ 20. Os bilhetes para a arquibancada amarela continuam com o preço promocional de R$10.
 Os acompanhantes de portadores de necessidades especiais, que antes pagavam R$ 30, vão poder acompanhar a partida por R$ 20.
A intenção da diretoria é superar o público da última partida do time em casa, contra o Fluminense no último dia 4. O time do Morumbi empatou por 1 a 1 e bateu o recorde de público desta edição do Campeonato Brasileiro, com 54.118 pagantes.

Ney Franco já confirmou que no domingo Paulo Henrique Ganso deverá fazer a sua estreia com a camisa tricolor. Ganso será observado por Ney Franco em um jogo-treino nesta quinta-feira, quando deve ser ratificada sua presença entre os relacionados contra o Náutico. Ele está recuperado de um estiramento na coxa esquerda que o impediu de estrear desde a chegada ao Morumbi, em setembro deste ano.

“A tendência é que ele fique como opção no banco”, disse o técnico. O meia treinou com o preparador
físico Sérgio Rocha na última segunda-feira por uma hora e meia, sendo submetido a um trabalho de resistência e potência, mostrando-se cada vez melhor, de acordo com o que afirma o São Paulo.

A possibilidade de Paulo Henrique Ganso estrear já havia feito a CBF mudar o horário da partida do próximo domingo das 19h30 para 17 horas por conta da “melhor expectativa de público”. Além disso, apesar da derrota para o Grêmio, o São Paulo ainda pode se classificar para a Libertadores do ano que vem em caso de vitória sobre os pernambucanos.

Paulo Henrique Ganso não joga uma partida oficial desde o dia 29 de agosto deste ano, quando defendeu o Santos, contra o Bahia, pelo Brasileirão. Ele chegou ao São Paulo em setembro após uma negociação conturbada.

Com Ganso, Ney Franco ganha três opções táticas no São Paulo.

12 nov

Das três formações que o técnico são-paulino tem em mãos, em duas Osvaldo seria sacado da equipe para a entrada do Maestro; Confira as outras possibilidades.

Bruno Rodrigues – Lancenet.com.br
 
 
O técnico Ney Franco confirmou que o meia Paulo Henrique Ganso deve ser relacionado para o confronto do próximo domingo, contra o Náutico, no Morumbi. O camisa 8 são-paulino, por ter se recuperado de lesão muscular na coxa esquerda há poucas semanas, provavelmente começará o confronto no banco de reservas.Sua última apresentação na temporada foi ainda pelo Santos, em confronto diante do Bahia, na Vila Belmiro, no último dia 29 de agosto. Na ocasião, o atleta ficou em campo durante os 90 minutos, em jogo que ficou marcado pelas moedas atiradas por torcedores santistas na direção do jogador, no momento em que deixava o gramado após o apito final.

OPINE!
Quem deve sair do time do São Paulo para dar lugar a Ganso?

Agora, no São Paulo, o jogador vive nova fase. Contudo, quando estiver apto a atuar 45 minutos ou, quem sabe, uma partida inteira, onde o Maestro deverá ser utilizado no esquema do Tricolor? O LANCENET! listou as alternativas mais prováveis. Confira:

4-2-3-1, no lugar de Jadson: Ganso jogaria na posição em que gosta de atuar, centralizado, responsável pela criação das jogadas. Ainda, nessa formação, o meia não precisaria se preocupar demais com a marcação. Apenas fecharia espaços na faixa central, uma vez que Lucas e Osvaldo seriam os encarregados de acompanhar os laterais e cobrir o lado do campo, como já fazem atualmente.

4-2-3-1, no lugar de Osvaldo: O Maestro entraria na vaga do camisa 17, mas não na mesma posição. Continuaria sendo o cérebro da equipe, o criador. Assim, Jadson seria deslocado para o lado esquerdo, onde atua Osvaldo. Entretanto, o camisa 10 não tem a mesma força do atacante para apoiar até a linha de fundo e voltar para acompanhar os laterais adversários. Assim, sua movimentação ofensiva seria, provavelmente, sair do lado do campo e entrar em diagonal, se aproximando de Ganso e Luis Fabiano para tabelar e dar opção de criação próximo à área.

4-4-2, sem Osvaldo: É a forma menos provável, mas pode ser utilizada. Ao invés do 4-2-3-1, com dois meias subindo e voltando a todo instante, Lucas jogaria mais próximo de Luis Fabiano, como um segundo atacante, e Jadson sairia do lado esquerdo para atuar mais centralizado, ao lado de Ganso na linha de meio. Porém, nessa formação, o Tricolor perde poder defensivo na faixa central e no combate aos laterais adversários, já que Jadson e Ganso não têm a característica de marcar, sobrecarregando Denilson e Wellington.

Ganso participa de rachão, da passe para o Fabuloso e ainda guarda o seu.

3 nov

O meia Paulo Henrique Ganso foi a principal atração do rachão deste sábado, véspera do jogo contra o Fluminense. Após uma semana intensa de treinos físicos, o camisa 8 ganhou de presente uma descontraída e animada “pelada” como fechamento da semana.

Nesta atividade, Ganso deu assistência para Fabuloso marcar e ainda deixou o seu. O trabalho, porém, foi apenas para o atleta se movimentar e dar início ao processo de readaptação ao campo de jogo.

“Foi positivo não só pelo aspecto técnico ou físico, mas principalmente emocional. Todo atleta sente falta de estar com o grupo, de bater na bola. Hoje o Ganso pode integrar com os demais companheiros. Tudo tem seu tempo e estamos respeitando todas as fases da recuperação”, ressaltou o técnico Ney Franco.

A presença de Paulo Henrique Ganso no rachão foi apenas a primeira parte do trabalho do atleta. Em seguida, o camisa 8 participou de um trabalho físico-técnico com parte do elenco, visando ganhar resistência.

A previsão para a estreia do craque são-paulino segue indefinida. Mas no dia a dia percebe-se que Ganso está próximo do retorno.

Ganso treina com o grupo pela primeira vez e dá mais um passo para a estreia no São Paulo.

29 out

Do UOL, em São Paulo.

O meia Paulo Henrique Ganso realizou na tarde desta segunda-feira seu primeiro treino com os demais companheiros no São Paulo. O jogador deu mais um passo para enfim realizar a sua estreia com a camisa do Tricolor.

Ganso realizou o aquecimento com os companheiros do São Paulo. Depois, o meia praticou atividades específicas para readquirir a forma física, já que não entra em campo desde o dia 30 de agosto, quando ainda atuava com a camisa do Santos e sentiu lesão no músculo reto femural da coxa esquerda no confronto contra o Bahia pelo Brasileirão.

“É uma transição do Reffis para os trabalhos físicos. Vamos trabalhar essa semana em cima dessa evolução. Até domingo teremos uma noção mais precisa de como vamos trabalhar a segunda semana do Paulo Henrique”, explicou Alexandre Lopes, um dos preparadores físicos, ao site oficial do clube.

“É como se fosse uma intertemporada. Vamos fazer uma readaptação dos trabalhos físicos e técnicos, para dar essa progressão e uma qualidade melhor para ele dentro da segunda semana”, completou.

Todos no São Paulo evitam falar em prazos. Mas o UOL Esporte apurou que Ganso trabalha em segredo para ter condições de estrear contra o Náutico, pela antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro, em partida inicialmente marcada para o dia 18 de novembro pela CBF.

A estratégia de não se falar em prazos tem uma explicação clara: evitar uma expectativa na torcida do São Paulo pela sua estreia, por Ganso ser um atleta de seleção brasileira e que custou muito aos cofres do São Paulo (R$ 16,4 milhões).

Ganso foi apresentado no São Paulo no dia 23 de setembro. Na ocasião, os dirigentes acreditavam que ele poderia estrear em quinze dias. O técnico Ney Franco fez uma previsão mais pessimista ao afirmar que contava com ele para o jogo de quarta-feira passada contra a LDU de Loja.

Ao UOL Esporte, Ganso não precisou a data da estreia pelo São Paulo: “Estou em fase final de preparação, em processo de transição do Reffis pra começar trabalho no campo. Já estou 100% e minha ideia é voltar o quanto antes”.

Fisioterapeuta do São Paulo admite possibilidade de Ganso não estrear este ano.

28 set

Renan Prates
UOL, em São Paulo

O meia Paulo Henrique Ganso foi contratado pelo São Paulo e encheu de esperanças o torcedor por ser um atleta nível seleção brasileira. Mas segundo confirmou o fisioterapeuta do clube, Luis Rosan, existe a chance de o camisa 8 do Tricolor só fazer a sua estreia na próxima temporada.

Ganso se recupera de uma lesão de grau 3 na coxa esquerda, sofrida no dia 29 de agosto no jogo entre Santos e Bahia, a qual Rosan qualificou como extensa. O prazo comum de recuperação para casos como esse é acima de quatro semanas, mas varia de acordo com o atleta, segundo o fisioterapeuta.

Rosan afirmou que ainda há um “enorme edema” na coxa esquerda de Ganso. De acordo com o fisioterapeuta, enquanto persistir esse inchaço, não será possível realizar um exame que permitirá projetar com maior precisão a data de retorno do jogador aos gramados.

“Claro que estamos trabalhando para ele voltar a atuar nesta temporada. Mas a diretoria, através do doutor João Paulo [de Jesus Lopes, vice de futebol], nos deixou a vontade para que se não houver a possibilidade dele retornar esse ano, não tem problema nenhum. O atleta também está consciente disso”, falou Luis Rosan em entrevista para o UOL Esporte.

“Ainda ontem [quinta], conversando com o João Paulo, ele me frisou que não há pressa, pois eles querem o atleta 100% fisicamente. Se não for para essa temporada não tem problema, que seja para a próxima”.

Na época em que Ganso foi contratado junto ao Santos, a diretoria do São Paulo trabalhava com a hipótese de que o atleta pudesse entrar em campo em 15 dias. Depois, o técnico Ney Franco passou a trabalhar com a data de estreia para o dia 24 de outubro, dia do jogo de volta contra a Liga de Loja pelas oitavas da Copa Sul-Americana. Agora, o prazo pode ser ainda maior.

Rosan elogiou muito a motivação e a dedicação de Ganso nas sessões de fisioterapia no Reffis do São Paulo. O atleta inicia os treinos às 9h da manhã, para apenas para o almoço e termina quase no início da noite. E é nisso que o fisioterapeuta aposta para uma estreia mais rápida do jogador.

“Acredito que sinceramente, devido à dedicação e a motivação mostradas, ele joga essa temporada, mas não posso precisar quando. Fiquem tranquilos que quando isso acontecer, todos serão avisados”.