Tag Archives: CT Cotia

São Paulo já mostrou seus CTs para nove seleções, com a maioria de europeus.

23 set

Rodrigo Mattos
Do UOL, em São Paulo

O Comitê de São Paulo para a Copa-2014 já mostrou para nove seleções os centros de treinamento no Estado. EUA, Austrália, Bélgica, Suécia, Japão, Alemanha, Inglaterra, Turquia e Noruega visitaram as instalações paulistas para a competição.

Em geral, o comitê tem exibido seus CTs mais próximos da capital por conta do tempo exíguo dos visitantes em suas viagens ao país. A intenção é promover visitas a locais mais distantes, no interior, das próximas vezes. Para isso, é necessário que ocorram visitas mais demoradas ao país.

As associações nacionais vieram atraídas pelos catálogos que o comitê enviou a todos com oferta das instalações. Já existem 20 centros de treinamento paulistas na lista do COL (Comitê Organizador Local). A intenção do comitê paulista é incluir outros, entre eles um localizado em Campinas e o Corinthians.

Durante as visitas, donos dos CTs mostram as instalações e trocam contatos com os cartolas internacionais, mas não podem iniciar negociações com as seleções por conta da proibição da Fifa. Foi assim quando a Alemanha e a Inglaterra estiveram no CT do Corinthians.

Também houve visitas ao CT do São Paulo, em Cotia. Era um dos mais elogiados pelos estrangeiros, mas, até agora, o clube não considerou satisfatórias as condições contratuais impostas pela Fifa e não quis fazer parte do catálogo. O comitê paulista, no entanto, não perdeu a esperança de incluir o centro de treinamento no seu catálogo.

Anúncios

Em retaliação ao Governo, São Paulo não inscreve CT de Cotia para Copa.

8 set

Por Ricardo Perrone, BLOG DO PERRONE

Elogiado pela CBF, o CT do São Paulo em Cotia é objeto de desejo do comitê paulista para a Copa de 2014. Prefeitura e Governo querem colocar o local no catálogo que é oferecido às seleções estrangeiras, mas o clube do Morumbi não deixa.

Um dos motivos para o São Paulo não inscrever o centro de treinamento como candidato a um dos locais oficiais da Fifa é a insatisfação com o Governo por causa das obras da Linha 17 Ouro do Metrô.

Nos bastidores, os são-paulinos reclamam de que um empreendimento da construtora Cyrela, vizinho ao Morumbi, ainda não foi desapropriado para o alargamento de uma avenida por causa do monotrilho.

 Ao mesmo tempo, a cúpula são-paulina soube que quem já visitou o CT de Cotia demonstrou ao comitê paulista o interesse de ficar na casa são-paulina. Isso aumentou o desejo das autoridades de contar com o centro de treinamento tricolor.

Nesse cenário, o São Paulo resolveu dar o troco. Se não é atendido na questão da desapropriação, também não vai engordar o catálogo paulista para a Copa com seu CT. Além disso, Juvenal Juvêncio não vê com bons olhos as rígidas leis da Fifa. Se assinar o contrato para ser uma das sedes oficiais, ele pode ter que fazer reformas contra a sua vontade.

Por sua vez, o comitê paulista entende que o Governo colaborou com o clube, pois manteve o projeto do metrô, mesmo com o Morumbi fora da Copa. Acredita que a decisão de Juvenal tem mais a ver com a vontade do clube de negociar diretamente com alguma seleção, o que não costuma acontecer. O novo período de inscrição para CTs termina dia 30 de setembro.

JJ ganha queda de braço e Andrés hospedara a Seleção em Cotia contra a sua vontade.

24 ago

Do DIÁRIO DE SÃO PAULO

Por JORGE NICOLA

1 x 0 Para o Presidente do São Paulo contra Andres na CBF

ImagemO prestígio de Andres Sanches vai de mal a pior na CBF.

Nas últimas semanas, o Diretor de Seleções garantia que o Brasil não se hospedaria no CT de Cotia durante a preparação para o amistoso com a África do Sul, no próximo dia 7.

O ex-presidente corinthiano justificou que não haveria problema em treinar no centro de treinamento da base Tricolor, mas que seria desconfortável para craques como Thiago Silva, Neymar e companhia ter de dormir em Cotia.

Ontem, a assessoria da CBF confirmou aquilo que o São Paulo vem afirmando há tempos: a Seleção vai treinar e também se hospedar no CT de Cotia.

Tanta convicção vinha de uma conversa do presidente Tricolor, Juvenal Juvêncio, com o presidente da CBF, José Maria Marin.

Eles são amigos de longa data, para desespero de Andres, inimigo declarado de Juvenal fora das quatro linhas.

Queda de braço…

Essa não foi a primeira vez que a CBF contrariou Andres Sanches.

No mês passado, o diretor de Seleções foi o último a saber da liberação de Ney Franco para negociar com o São Paulo.

Então, Andres foi veementemente contra a saída do técnico das Seleções de Base, mas sua opinião acabou ignorada.

…sempre desfavorável

Andres ainda tentou emplacar André Negão, seu fiel escudeiro nos tempos de Corinthians, para ser um observador da CBF.

O nome, porém, nunca foi levado em consideração por José Maria Marin, que sonha em criar um cargo para o são-paulino Milton Cruz.